Quando a gente pensa que sabe todas as respostas,vem a vida e muda as perguntas

05
Mar 12

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público realizou o seu congresso. O evento teve o patrocínio de várias entidades privadas entre as quais algumas instituições financeiras e órgãos de comunicação social. Para os organizadores não houve qualquer incompatibilidade. Também nunca houve qualquer incompatibilidade no facto do Presidente do Tribunal de Contas presidir a uma associação privada que recebe dinheiros públicos de entidades que estão sob tutela do Tribunal de Contas ou de empresas privadas que celebram contratos com entidades públicas mas que o Tribunal de Contas tem de visar e avaliar a respetiva legalidade. Incompatibilidades só existem quando se trata de cargos políticos.Aí é ver, magistrados do ministério público e jornalistas,a bater até dizer basta. No resto é o que assistimos.

publicado por José Manuel Constantino às 11:00

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14
17

18
19
22
24

25
27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Autor: JOSÉ MANUEL CONSTANTINO
pesquisar
 
blogs SAPO