Quando a gente pensa que sabe todas as respostas,vem a vida e muda as perguntas

20
Abr 12

Há uma indisfarçável dificuldade nas contas públicas ligada à execução orçamental. E sobretudo do lado da receita: o que se arrecada é menos que o que se previa. E a solução tem sido carregar em catadupa com medidas de austeridade que reduzam a despesa. Parece que até o FMI já chama atenção que esse caminho não é o melhor. Porque só piora o estado anémico da economia. O que surpreende nesta situação é a fé de do governo neste modelo de intervenção. Que, como o governo bem diz ,não é aquele que foi negociado no âmbito do plano de ajuda externa. Está para além dele. É de admitir que o desastre seja ainda maior!

publicado por José Manuel Constantino às 14:22

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
17
21

22
24
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Autor: JOSÉ MANUEL CONSTANTINO
pesquisar
 
blogs SAPO