Quando a gente pensa que sabe todas as respostas,vem a vida e muda as perguntas

15
Mai 12

Os que apontam que a Europa, mais do que uma crise financeira e das dívidas soberanas vive uma crise de politicas e de liderança na construção do projeto europeu, parecem ter razão. Se a vontade europeia se resumiu durante muito tempo à adição das vontades de Merkel e Sarkozy  o gesto de  Hollande de escolher Merkel para fazer  a primeira visita de Estado é um péssimo sinal. E é sobretudo um gesto que contraria tudo o que andou a dizer sobre o projecto europeu assente a na solidariedade entre todos países e na igualdade de manifestação de vontades.

publicado por José Manuel Constantino às 21:51

Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
18
19

20
21
22
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Autor: JOSÉ MANUEL CONSTANTINO
pesquisar
 
blogs SAPO